Os EULA são injustos…

Olha a novidade, será preciso mais estudos e investigações?

Algumas das maiores empresas de computadores foram acusadas de impor contratos injustos aos consumidores que compram o seu software.

O NCC (semelhante à DECO cá entre nós, mas com mais poder) acusou 17 empresas, incluindo a Microsoft, Adobe e Symantec, de utilização de EULA’s injustas (sim, aquela licença que ninguém lê e aceita quando instala o software).

Alegam que essas EULA’s iludem o consumidor “negando-lhe alguns direitos”.

O consumidor não tem ideia do que está a assinar quando os termos do acordo têm 10 ou mais páginas, não existindo um equilíbrio entre os direitos do consumidor e os direitos do proprietário do software.

O NCC investigou 25 embalagens de software e em 17 embalagens não existia nenhuma indicação que os compradores tinham de assinar a EULA de modo a utilizarem esse software.Algumas dessas embalagens continham a EULA dentro do manual de instruções, ou deixavam-na para ler online, mas sempre depois do software ter sido comprado.

Isto significa que o consumidor é incapaz de tomar uma decisão informada antes de comprar o produto, nem de estar a ser forçado a assumir níveis desconhecidos de responsabilidade legal.

Mesmo após examinar os conteúdos das EULA’s, encontraram algumas clausulas potencialmente injustas.

Tradução livre do artigo encontrado aqui.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: